Você está aqui: Home Áreas de Intervenção Ambiente
Ambiente
Actividades “água a resíduos” PDF Versão para impressão Email

Desenvolvimento »

Designação:

Actividades “água a resíduos”

Área de Intervenção

Ambiente

Descrição e objectivos:

 

Desenvolvimento de actividades pedagógicas, no âmbito das temáticas água e resíduos, com os alunos da Escola de Santa Maria.

 

 

Data de execução:

 

Clientes:

Escola de Santa Maria

 
Agenda 21 Local - Ferreira do Alentejo PDF Versão para impressão Email

Desenvolvimento »

ag21_faO Desenvolvimento Sustentável tem sido alvo de um interesse e discussão crescentes, em particular desde a Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento realizada no Rio de Janeiro em 1992, que ficou conhecida como a Cimeira da Terra. O principal documento elaborado na Cimeira da Terra, no Rio de Janeiro, em 1992, a “Agenda 21”, serve hoje de guia para as acções dos Governos e de todas as comunidades que procuram desenvolver sem destruir o ambiente e melhorar a qualidade de vida no presente, sem comprometer o futuro.

A Agenda 21 mais não é do que um Sistema de Sustentabilidade Local (SSL) constituindo uma referência integrada das diversas políticas sectoriais. Representa a maior parceria entre governos, organizações e sociedade no planeamento conjunto a curto, médio e longo prazo, com acções concretas, metas, recursos e responsabilidades definidas (APA, 2007).

Assim, a Câmara Municipal de Ferreira do Alentejo (CMFA) possui elevadas potencialidades para intervir com sucesso no desenvolvimento sustentável, uma vez que a este nível quando surgem problemas também surgem soluções. O caminho a seguir assenta na estratégia da Agenda 21, isto é, numa base de compromisso colectivo e co-responsabilização.

A Agenda 21 Local de Ferreira do Alentejo, trata-se de um Sistema de Sustentabilidade Local que segue, desde a fase de concepção até à revisão, os requisitos normativos contemplados no Guia Agenda 21 Local, um desafio de todos, elaborado pelo Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Rural.

O CEDIPB-VG encontra-se na fase final de desenvolvimento da Agenda 21 Local de Ferreira do Alentejo. Após a apresentação pública do Diagnóstico e elaboração da Estratégia para a Sustentabilidade, em todas as freguesias do concelho, prevê-se que o Plano de Acção esteja concluído até ao final do ano.

Veja a página do Ambiente do Município de Ferreira do Alentejo: http://www.cm-ferreira-alentejo.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=160&Itemid=253

 
Apoio ao Museu Botânico da ESAB PDF Versão para impressão Email

Desenvolvimento »

Designação:

Apoio ao Museu Botânico da ESAB

Descrição:

 

Apoio ao desenvolvimento de actividades do Museu Botânico da Escola Superior Agrária de Beja.

Objectivos:

Abrir à comunidade um projecto único no pais e criar um centro científico. O Museu é a parte visível de um projecto que tem reunido centenas de peças manufacturadas a partir de plantas para assegurar a sua conservação e estudo.

Financiamento:

%

Investimento total – 8.451,46€

IEFP

65

5.502,70€

ESAB/IPB

35

3.038,76€

Data de execução:

Novembro/2006 a Agosto/2006

Parceiros:

ESAB

IPB

Beneficiários:

Escola Superior Agrária de Beja (100% do projecto)

 
Centro de Interpretação do Património PDF Versão para impressão Email

Projectos »
proder_esdimeCandidatura ao Proder SubPrograma 3, Medida 3.2

Requalificação/Valorização - Centro de Interpretação do Património

 

 

O projecto candidatado consiste na criação de um Centro de Interpretação do Património na Escola Primária N.º 1 dos Gasparões (concelho de Ferreira do Alentejo) que se encontrava encerrada e cujo destino mais provável seria o de uma crescente degradação.

Este Centro permite reunir num só local as condições para que se realizem diversas actividades pedagógicas associadas à temática do Património e que contribuam para a dinamização do local. Para além de toda esta componente pedagógica que estará presente nesta antiga escola primária pretende ainda criar-se um espaço onde as pessoas e, principalmente as crianças possam estar em contacto com o património natural aprendam a respeitá-lo e a cuidar dele, o que é fundamental para o seu desenvolvimento enquanto cidadãos mais responsáveis.

 

Objectivos Gerais

Requalificar e Valorizar a Escola Primária N.º 1 dos Gasparões, preservando o edifício enquanto espaço entendido como "depositário de memória colectiva", visando a sua transformação em Centro de Interpretação do Património, que estará disponível para toda a comunidade.

 

Objectivos Específicos

Preservar o Edifício da Escola Primária. Aumentar a atractividade de pessoas devido ao carácter diferenciador do Centro de Interpretação do Património. Promover a sensibilização e valorização do património. Promover o desenvolvimento sustentável. Promover o aumento da qualidade de vida através da adopção de comportamentos correctos. Promover a cidadania. Dar a conhecer o Centro de Interpretação do Património.

 

Actividades a desenvolver no âmbito da operação

Visitas guiadas ao Centro de Interpretação do Património para familiarização com o espaço. Acções de Formação/ Workshops relacionadas com a temática do património. Sessões de sensibilização.. Actividades laboratoriais. Actividades no espaço envolvente da escola. Jogos lúdico-pedagógicos. Eventos temáticos (Património).

Caracterização do mercado para os produtos e/ou serviços a desenvolver e/ou a criar

O Centro estará aberto a qualquer visitante. No entanto, o Centro de Interpretação do Património tem um cariz essencialmente pedagógico, por isso o mercado para os seus serviços/produtos é composto pelas escolas, as instituições que trabalham com crianças, jovens ou idosos, as autarquias locais e outras organizações que trabalhem ou queiram desenvolver actividades em torno da temática do Centro.

 

Impacto da operação na actividade desenvolvida e/ou a criar

As obras de requalificação, valorização e preservação na Escola Primária dos Gasparões são fundamentais para a sua transformação em Centro de Interpretação do Património.

Impacto da operação no território

Esta operação vai permitir valorizar o património rural na óptica do interesse colectivo, enquanto factor de identidade e atractividade do território.

 
Guia do Consumo Sustentável PDF Versão para impressão Email

Desenvolvimento »

guia_capapdf_buttonDownload do Guia do Consumo Sustentável

 

O conceito de Consumo Sustentável começou a ser “construído” a partir do conceito de Desenvolvimento Sustentável. Este último tem sido alvo de um interesse e discussão crescentes, em particular desde a Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento realizada no Rio de Janeiro em 1992, que ficou conhecida como a Cimeira da Terra.

Continuar...
 


Página 1 de 2